Polícia

Doria nomeia 190 alunos-oficiais para a Polícia Militar

Nomeação significa reforço do efetivo; após formados, os profissionais poderão atuar como gestores e comandantes de tropas

O Governador João Doria nomeou 190 alunos-oficiais para Polícia Militar, aprovados em concurso público. O ato foi publicado na edição desta sexta-feira (20) no Diário Oficial do Estado (DOE). Depois que concluírem a formação, os futuros policiais vão reforçar o efetivo da PM em todo estado.

A próxima etapa será a posse dos nomeados e, na sequência, o início da turma no Curso de Formação de Oficiais (CFO), da Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB), localizada na zona norte de São Paulo.

A formação, que tem duração de quatro anos, é reconhecida como graduação em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, sendo aplicadas disciplinas, como Polícia Comunitária, Direitos Humanos, Inteligência Policial, Criminalística e Balística Material e Forense, entre outras. Depois de graduados, os oficiais estarão aptos para o exercício de comando e gestão das atividades de polícia ostensiva, preservação da ordem pública, defesa civil e territorial.

Reforço no efetivo

Desde o início da atual gestão, 10.552 policiais, sendo 7.729 PMs, 2.058 policiais civis e 765 técnico-científicos, já passaram pelos cursos de formação e estão atuando em todo o Estado.

Além deles, outros 4.301 profissionais estão atualmente em formação, sendo 3.554 soldados e 457 alunos-oficiais, além de 289 policiais civis e um técnico-científico.

Também estão em andamento concursos para selecionar mais 2,7 mil soldados.

Deixe um comentário