Editorial

Itapeva enfrenta crise de serviços públicos: Falta de manutenção, acidentes e descontentamento marcam a gestão de Mário Tassinari

INOPERÂNCIA

Segue por mais uma semana as reclamações de falta de energia elétrica e abastecimento de água na zona rural e diversos bairros de Itapeva. As unidades de manutenção da prefeitura demonstram grandes dificuldades em atender chamados das comunidades rurais e bairros urbanos que desde as fortes chuvas e ventos, ocorrido há cerca de 10 dias, ainda não conseguiram reparar todos os estragos causados. A população clama por ações mais eficazes dos serviços de manutenção da prefeitura e empresas responsáveis pelos sistemas de rede elétrica e abastecimento de água para o município. O prefeito até o momento segue calado sobre o assunto sem se pronunciar sobre os transtornos causados pelas fortes chuvas e ventos em todo território do município.

BATE BOCA

A tensão e insatisfação da população sobre a inércia de serviços da prefeitura é tamanha que até secretário bate-boca com moradores dentro de prédio público na zona rural. O fato se tornou caso de polícia com lavratura de boletim de ocorrência, conforme informações. O motivo da briga entre moradores e secretário foram reclamações acaloradas e reiteradas sobre a inércia de serviços e interesse da prefeitura em resolver as demandas da comunidade, dentre elas assuntos relativos à manutenção estradas, transporte escolar e manutenção de rede de iluminação pública. O secretário alegou que ele apenas responsável por um setor e que tem cumprido suas obrigações dentro do previsto e possibilidades da sua pasta. Os moradores revoltados com o descaso das autoridades administrativas do município demonstram muita indignação, ao ponto de descontarem no secretário toda a insatisfação que não recai apenas sobre os ombros de uma única secretaria, mas de todo governo Mário Tassinari que vai de mal a pior e sem previsão de cumprimento de metas de planejamento e promessas do prefeito.

ACIDENTES EM SÉRIE

Inúmeros acidentes envolvendo motoqueiros que transgredem a leis de trânsito tem sido ponto comum de reclamações em Itapeva. Até o momento as autoridades responsáveis pela fiscalização de trânsito, que inclui da Guarda Municipal, não têm operado ações que coíbam que motos em alta velocidade abusem da sorte à ultrapassagem veículos causando batidas entre motocicletas e colisões com outros veículos. O último acidente noticiado que chamou a atenção foi flagrado em avenida nas proximidades do batalhão da Polícia Militar, envolvendo vários motoqueiros. De acordo com informações, até o final deste mês os pedidos encaminhados ao Conselho Municipal Comunitário de Segurança deverão ser apreciados pelas autoridades responsáveis pela fiscalização de trânsito para tomada das providências pertinentes.

MERCADÃO DOS BEBUNS

Reclamações que o Mercado do Produtor se tornou em ponto de aglomerações de pessoas embriagadas e drogadas estão sendo repetidas em todos os canais de debates políticos de Itapeva, inclusive em sessões da Câmara Municipal. O Mercadão é considerado como ponto de referência no comércio de alimentos orgânicos e ponto turístico municipal, porém não recebe investimentos e cuidados necessários das secretarias de Agricultura e Cultura e Turismo para que seja um local atraente para consumidores locais e visitantes de outras cidades. Além das reclamações de pessoas embriagadas e drogadas na entrada do local, o Mercadão também recebe críticas por não ser um local de comércio que beneficie os produtores da agricultura familiar de Itapeva. Com a palavra os secretários de Agricultura e Desenvolvimento Econômico, responsáveis pelo assunto e equipamento público mencionado.

PRAÇAS E PARQUES ABANDONADOS

 

Outro ponto considerado como de referência na região central de Itapeva que não recebe os devidos cuidados de zeladoria é a Praça do Correio, que está completamente suja depois das últimas chuvas intensas. Na mesma situação se encontram os canteiros do Memorial do Tropeiro, Mirante do Debret e Parque Pilão D’Água, que segundo os vereadores integram o plano diretor de turismo apresentando à Câmara Municipal na última semana, mas sem nenhuma viabilidade para ser executado conforme opinião dos vereadores. Com a palavra os secretários de Cultura e Turismo e Administrações Regionais, responsáveis pela zeladoria dos equipamentos públicos mencionados.


PIZZA POR PRAZO VENCIDO

Por incrível que pareça depois de 90 dias a comissão processante instaurada pela Câmara Municipal, responsável pelo processo de cassação movido contra o prefeito Mário Tassinari, ainda não concluiu a votação do relatório final. Um dos motivos da demora são os vereadores da base membros da comissão, que oportunamente se esqueceram de convocar o prefeito indiciado para depor no processo, o que favoreceu o prefeito que ingressou com medida judicial para impedir a sessão de votação e julgamento do pedido de cassação. Reclamações que o departamento jurídico da Câmara Municipal deixou passar batido o prazo, sem prestar orientações aos vereadores da comissão, também repercutem em face do ocorrido. Até o momento o presidente da Câmara Municipal, vereador Roberto Comeron, e demais vereadores membros da mesa diretora, não se manifestaram sobre o assunto, o que indica que serão os garçons de uma pizza por prazo vencido em favor do prefeito Mário Tassinari que se safou de mais um pedido de cassação...

ENCONTRADO

Depois não ter sido encontrado para ser notificado para depor, e depois de uma semana sumido da prefeitura por conta de agenda lotada em reuniões e viagens, o prefeito reapareceu no município em ritmo de festa. O prefeito, para variar, foi visto em festas e eventos, rodeado de aduladores babões que fazem questão de endossar as pré-candidaturas dos secretários de Cultura e Saúde, autoproclamados como pré-candidatos. Os aduladores alegam que eles são os escolhidos de Mário Tassinari e que o páreo eleitoral do próximo ano será uma barbada porque os secretários são os escolhidos do prefeito Mário Tassinari e tem tudo para vencerem as eleições do ano que vem. Resta saber se os secretários concorrerão para eleição do condomínio ou se realmente tem bala na agulha e cacife político para bancaram suas candidaturas a prefeito. Até porque, qualquer candidato apoiado pelo prefeito já perde muito na intenção de votos e apoio popular...       

OVELHAS DESGARRADAS

Vereador metido a evangélico vira a casaca e aparece com marido de vereadora em irmandade considerada como ocultista. Segundo informações a intenção de ambos era ajudar em uma campanha beneficente da entidade. Considerando que até prefeito, assessores e secretários estão apelando ao sobrenatural e rituais fora do convencional, o vereador trata-se apenas de mais uma ovelha desgarrada que para sobreviver na política e mamando na teta faz quaisquer negócios, até pacto com o capeta.

ALTOS SALÁRIOS

Por falar em entidades beneficentes, como todos estão carecas de saber o prefeito é contra altos salários em entidades, como a Santa Casa. O prefeito fez questão de bloquear repasses quando alegando que quadro administrativo da instituição não estava enxuto e com folha de pagamento hiperinflacionada. Porém, quando se trata repasse de dinheiro público para outras entidades, e até cooperativas, o prefeito menospreza o contrato social e quadro de comando das entidades, deixando passar cargos com altos salários de diretores. Os vereadores estão de olho no assunto e muita coisa poderá vir à tona no próximo ano! Aguardemos!  

 

Deixe um comentário