Agronegócio

Soja testa ligeiro recuo na Bolsa de Chicago nesta 6ª de olho no clima dos EUA e macroeonomia

A sexta-feira (27) tem manhã de baixa para os preços da soja na Bolsa de Chicago

Perto de 7h50 (horário de Brasília), os futuros da oleaginosa recuavam entre 3,25 e 9 pontos. Assim, o o novembro tinha US$ 13,17 e o maio, US$ 13,26 por bushel. 

De acordo com analistas internacionais, as chuvas que chegam a importantes regiões produtoras dos Estados Unidos, principalmente na metade oeste do país. Os mapas atualizados do NOAA, o serviço oficial de clima norte-americano, reforçam os bons acumulados esperados para as Dakotas, Minnesota, Iowa, Nebraska.

O comportamento do mercado financeiro também co?ntinua sendo acompanhado pelos traders, principalmente as informações que chegam do simpósio de Jackson Hole, nos EUA, sobre a economia e a política norte-americana. 

Na manhã desta sexta-feira, os mercados continuavam mostrando certa cautela, à espera da fala de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve - o banco central dos EUA - enquanto o petróleo sobe mais de 1% - no brent e no WTI - com preocupações sobre as tempestades tropicais que podem chegar ao Golfo México no final de semana. 

Deixe um comentário