Editorial

Rádio Peão News: Fique atualizado com as fofocas dos bastidores da política de Itapeva

O resumo dos principais acontecimentos da política de Itapeva em tirinhas informativas dos bastidores da Câmara Municipal e Prefeitura.


SECA NO CERCADINHO: Depois de faltar lajotas para terminar as ruas, o Cercadinho sofre com a falta de água. Em áudio que viralizou nos grupos de política de whatsapp, uma moradora reclamou da falta de água recorrente no Cercadinho. O prefeito e secretários estiveram semanas atrás em visita ao Guarizinho e Cercadinho, mas pelo jeito esqueceram de anotar essa reclamação. O ex-vereador cavanista Edivaldo Negão aproveitou a deixa para protestar contra o prefeito Mário Tassinari. Dessa vez ele estava coberto de razão. A prefeitura não tem projeto para resolver o problema da falta de água na zona rural de Itapeva.

SEQUESTRO DE LAJOTAS: Lajota é artigo de luxo na Secretaria de Administração Regional controlada por ex-vereador caçador de pavão e aspirante a vereador depenado no Faxinal. Segundo informações do pátio da garagem municipal, o lajotamento do Cercadinho que parou por um ano foi retomado porque funcionários receberam carta branca para usar lajotas que estavam sendo usadas nos bairros e Distrito Industrial. 

LOROTEIROS: Para piorar a situação, os secretários Margarido e Léo Ferreira foram pegos de calças curtas na mentira depois de dizerem que o Distrito Industrial já estava 100% lajotado em postagem da prefeitura. Mais um vexame para conta da dupla que infernizou Luiz Cavani na época que Itapeva tinha mais nota fria do que soja e lajota.

VISITA SURPRESA: Força tarefa que investiga denúncia de uso de capinagem química e descarte irregular de veneno bateu na garagem deixando apavorado ex-usuário lança perfume que se diz chegado dos "disciplinas" locais. A diligência estava em busca de provas e documentos para comprovar o uso e despacho do veneno conforme a legislação ambiental. Toda a documentação sumiu misteriosamente dos arquivos sem deixar rastro.

INVASÕES DE CASAS NO MORADA DO BOSQUE: Segundo informações dos corredores da Câmara Municipal, o vereador Silvio Rezende irá colocar o dedo na ferida sobre as invasões de casas no Morada do Bosque. Por ordem judicial, as casas invadidas deveriam ser retomadas para que suplentes finalmente possam residir nas moradias. Foi especulado que o assunto na prefeitura deve ficar a cargo do novicíssimo secretário Júlio Ataíde. 

VINGANÇA MALIGNA: Deliberadamente a liderança do PP na Câmara Municipal não indicou o vereador Silvio Rezende para compor nenhuma comissão. O assunto causou um siricutico em sessão da Câmara Municipal após o presidente Roberto Comeron, atendendo pedido da liderança partidária do PP, para colocar a indicação de vereadores para comporem as comissões em votação no plenário. A vereadora Áurea discordou da decisão, mas não adiantou chiar. A manobra é claramente uma punição para os vereadores vira-casaca do PP.

NA LINHA DE TIRO: Segundo informações de assessores, a oposição pretende pedir a cassação dos direitos políticos e mandato de vereadores que tiraram licença para se tornarem secretários por indicação irregular do Poder Executivo. O assunto é comentado nas entranhas da Câmara Municipal e causa arrepios no Paço Municipal. A ordem abafar o assunto.

FEZ BEIÇO: Por falar em vereador irritado, um determinado edil está reclamando que toda vez que participa de reuniões na prefeitura não tem sua presença noticiada pelas páginas do prefeito. O vereador insinuou que se não levar o prefeito e secretários tomar café, comer pamonha e encher o bucho de bolo, nada é publicado nas redes sociais do prefeito. 

DESINFORMAÇÃO NA SAÚDE: Vereadora Áurea reclamou de problemas sobre encaminhamentos de pacientes com câncer para tratamentos e realização de cirurgias eletivas. Segundo a vereadora, a Secretaria Municipal de Saúde e Santa Casa não se entendem e tornam o tratamento de pacientes e organização de cirurgias eletivas um verdadeiro "rolão".

CAUSA PERDIDA: Com base nas reclamações da vereadora e entendimento de outros pares, existe uma ação judicial em que a Secretaria de Saúde perdeu a causa por falha do departamento jurídico da prefeitura. A derrota judicial teria sido iniciada por atraso na formulação de contestação por parte do secretário da antiga Secretaria Municipal de Negócios Jurídicos, após a intervenção da Santa Casa, quando a entidade reassumiu por ordem judicial o controle do hospital logo no dia seguinte da intervenção. O entreveiro vem desde então causando problemas para Secretaria de Saúde operacionalizar contratos e renegociar pagamentos para Santa Casa no atendimento de urgência e emergência e cirurgia eletivas. 

PAUTA DA COMISSÃO DE SAÚDE: Os vereadores também comentaram sobre desentendimentos entre a Secretaria de Saúde e departamento jurídico e setor de licitações, o que vem causando atrasos na aquisição de medicamentos. Os desentendimentos devem ser comunicados ao Ministério Público tendo em vista que direito de cidadãos de acesso a medicamentos pode ser prejudicado futuramente.

VISITA PRÉ-ELEITORAL PAGA COM DINHEIRO DO POVO: Vereadores de oposição estão averiguando denúncia que assessor pago com dinheiro do erário municipal que está  trabalhando exclusivamente como articulador político da pré-campanha de pretendente ao cargo de deputado estadual. Para não queimar o filme do pré-candidato aguardaremos o desfecho da denúncia que está nas mãos dos vereadores.

PROMESSA PARAGUAIA: O vereador Saulo Leiteiro afirmou na tribuna que uma empresa contratada pela prefeitura para serviços de instalação iluminação pública tem intenção de abrir fábrica em Itapeva, empregando 140 pessoas. Resta saber se a prefeitura tem disponibilidade de conceder terreno para construção da fábrica, conforme especulado pelo vereador, tendo em vista que muitos terrenos públicos que poderiam servir para esta finalidade não estão registrados nos cartórios.

TERRENO CRIANDO MATO: Por falar em terreno para empresas se instalarem na cidade, até agora a Secretaria Municipal de Indústria e Comércio não deu início nas obras do prometido Centro Comercial da Vila Isabel. O terreno serve apenas como pasto para cavalos e pista de motocross.  

LÂMPADA VELHA PARA MAIORIA: O vereador Saulo Leiteiro, empolgado com as promessas, ainda garantiu que o sistema de iluminação pública de Itapeva deverá ser o mais moderno e econômico da região. Resta saber se as lâmpadas tão prometidas serão instaladas dentro de prazo razoável, tendo em vista as reclamações de que certos bairros são privilegiados em detrimento de outros, onde as lâmpadas velhas predominam.

CIPÓ TAMBÉM É CULTURA: O vereador Tarzan rendeu elogios para funcionária pública cotada para assumir a Secretaria Municipal de Cultura. O trabalho desempenhado por Isabel Reis em Taquaraivaí vem chamando a atenção do prefeito Rubinho.

CADERNINHO DE PROMESSAS: O vereador citou que o secretário Júlio Ataíde anota todos pedidos de vereadores em um caderninho. Agora é preciso saber se cada anotação é atendida pelo secretário ou se fica apenas como promessa a ser cumprida.

IML NA PAUTA: Tarzan ainda abordou sobre a necessidade de o prefeito Mário Tassinari articular junto ao governo estadual o encaminhamento de médicos legistas concursados para trabalharem no IML de Itapeva. Há notícia de que o próximo concurso da Secretaria de Segurança Pública deve contratar médico legistas na região de Sorocaba. Resta saber se o governo municipal irá garantir os médicos legistas para reativar os serviços de perícia e laudos do IML de Itapeva.

BOMBA LARANJA: Vereadora suspeita de bomba atômica no microfone da tribuna, mas se ela fiscalizasse corretamente duas secretarias descobriria que a verdadeira bomba atômica são as contratações com editais direcionados de empresas laranjas com influência de longa data com dois secretários. 

PONTO NEGATIVO: Atento as pautas da educação, o vereador Silvio Rezende cobrou estudo de viabilidade para instalação de creche e escola de educação infantil no Morada do Bosque. O prefeito prometeu terminar a construção da escola no Morada do Bosque logo que assumiu o governo, em 2019, mas até o momento a obra não evoluiu segundo os moradores do bairro. A mesma reclamação é feita em relação a outras escolas e necessidade de creches em outros bairros.

CIDADE ABANDONADA: Vereador Ronaldo Coquinho alega que a Secretaria de Administração Regional tem 4 milhões em caixa para operacionalizar serviços de limpeza na cidade. Como o secretário e diretor não sabem fazer corretamente licitações o dinheiro fica parado no caixa e a cidade suja em estado de abandono. Após as declarações na tribuna, o vereador foi pessoalmente até a garagem em busca dos contratos de limpeza emergencial da cidade. O que causou pânico nos chefões da garagem que vivem cochichando pelos cantos com representantes de prestadoras de serviços de roçada e capinagem.

MARMITA REQUENTADA: Secretário come com pauzinho o que outro secretário comeu com colher na eleição de 2020. O que importa é saciar a fome de poder e arrumar cargo para comer comida japonesa toda semana!

Deixe um comentário