Saúde

Em nove meses foram realizadas 292 cirurgias eletivas por meio do município de Itapeva

A Prefeitura de Itapeva, por meio da Secretaria Municipal da Saúde e de contrato específico para a realização de cirurgias eletivas, já empregou o aporte financeiro de R$ 753.288,76 referente aos meses de janeiro a setembro de 2021.

É importante salientar, que não se trata apenas da realização de procedimentos cirúrgicos, está sendo realizado também todo o processo de preparação dos pacientes, em que os mesmos são submetidos às consultas especializadas de pré e pós-operatório, além da realização dos exames de imagem e laboratoriais, para que os pacientes sejam avaliados antes de serem submetidos ao procedimento cirúrgico.

Ao todo foram realizadas 292 cirurgias em 204 pacientes. Apenas com cirurgias foram gastos R$ 382.112,03, sendo o pico no mês de julho com 62 cirurgias em 41 pacientes. Com ambulatório eletivo foram gastos R$ 216.916,04, com ressonância magnética R$ 132.360,36 e com radiografia R$ 21.900,33.

No último dia 27 de agosto, o prefeito Mario Tassinari, assinou mais um termo de convênio entre a Prefeitura Municipal e a Santa Casa de Misericórdia de Itapeva, autorizando o pagamento de mais R$ 2 milhões para a realização de cirurgias eletivas de média complexidade aqui no município, aos pacientes usuários do SUS – Sistema Único de Saúde, sem a necessidade de que eles tenham que viajar para outros centros em busca de cirurgias.

De acordo com a Central de Regulação, com o emprego de recursos próprios do município a fila de espera para atendimento especializado da especialidade de cirurgia geral zerou. Hoje há pacientes aguardando a liberação cardiológica ou anestesiológica para passar pelo procedimento cirúrgico. 

“O tempo de espera entre a chegada da solicitação na Central de Regulação e o agendamento da consulta especializada está em torno de 15 dias”, contou Maria Christina Ribeiro Fonseca, diretora de Departamento de Regulação de Procedimentos e Serviços de Saúde.

Deixe um comentário