Editorial

Rádio Peão News: Reclamações do povo a todo vapor!

ROLÃO - Vereadora Áurea demonstra sinais de impaciência com a falta de pulso do prefeito Mário Tassanari. Ela faz questão de deixar claro que não vai mais passar a mão na cabeça de nenhum secretário enrolão. Em reunião na prefeitura a vereadora rasgou o verbo reclamando dos serviços mal feitos de poços artesianos no Faxinal e promessas de instalação de iluminação no bairro Betânia. 

LEVOU BRONCA - O principal personagem das críticas da vereadora foi o secretário Margarido, que promete demais e nada cumpre, conforme opinião da vereadora e moradores do Faxinal e Betânia. O prefeito ficou atordoado com as saraivadas de reclamações, mas até agora não tomou nenhuma decisão definitiva para resolver os problemas de abastecimento de água da zona rural e iluminação da cidade que se arrastam por meses a fio desde que assumiu o trono. 

SERVIÇO AMADOR - De acordo com os moradores do Faxinal, o serviço foi coordenado por um apadrinhado político indicado pela vereadora Lucinha Woolck, que está em cargo na Secretaria de Serviços Rurais. Os moradores pleiteiam reunião com o prefeito para tratarem pessoalmente dos problemas com a intermediação da vereadora Áurea, que também é moradora do Faxinal. Os secretários e diretores que coordenaram os serviços mal feitos estão com cabeça na guilhotina. Os moradores não querem ver nenhum deles nem pintados de ouro pela frente no Faxinal e Betânia. 

ATENDIMENTO DESUMANO - Em sessão da Câmara Municipal, a vereadora reclamou novamente sobre os problemas no atendimento da Santa Casa e displicência da Secretaria de Saúde sobre os problemas envolvendo o hospital. Áurea comentou sobre caso de uma gestante que estava com feto morto no ventre, mas que foi atendida no mesmo local onde mães amamentavam recém nascidos. Segundo os comentários, o método de atendimento é praxe, mas é considerado como desumano e anti-ético com as pacientes que sofrem a interrupção da gestação com mortes dos bebês. 

GESTÃO CAPENGA NA SECRETARIA DE SAÚDE - Outro problema insanável pela Secretaria de Saúde, gestão Luiz Tassinari (segunda edição) é repetir os mesmos erros de gestão cometidos por ele mesmo quando foi secretário de saúde do governo Roberto Comeron. Pacientes reclamam da falta até de dipirona nas farmácias de postos de saúde e poucos médicos para atendimento nas unidades básicas de saúde. Os próprios funcionários estão relatando os problemas diretamente ao Ministério Público, para tomada de providências cabíveis em relação aos problemas nos serviços administrados pela secretaria.

HORA EXTRA ILEGAL - Um dos problemas relatados é o pagamento de horas extras para funcionários ocupantes de cargos comissionados na Secretaria de Saúde. A fonte da discórdia entre funcionários e comissionados parte do posto de saúde da Vila Bom Jesus, onde um vereador mantém uma cabo eleitoral de olho em tudo que ocorre, denunciando tudo nos mínimos detalhes.

VALORIZAÇÃO - O vereador Ronaldo Coquinho também está metendo a boca no trombone sobre problemas com o funcionalismo da Secretaria de Saúde. O edil cobrou valorização dos técnicos de enfermagem e agentes comunitárias de saúde. Até o momento nenhuma manifestação sobre assunto por parte do prefeito, que por ser médico defende sistema público de saúde eficiente no atendimento para população. O discurso é bonito, mas a prática um fiasco.

BOLAS NAS COSTAS DO PREFEITO - O ilustríssimo secretário de Esportes, conhecido pelo seu trabalho primoroso como gestor de organizações de saúde e por ser profundo conhecedor da administração pública e política, resolveu conceder afastamento para treinador concursado trabalhar em colégio particular, sem que o mesmo tenha concluído o período de estágio probatório. Com auxílio de secretário que é fã incondicional da pessoa treinador, ao ponto de lhe prometer o cargo de secretário de Esportes, o prefeito assinou o afastamento sem perceber as bolas nas costas. O assunto causou incomodo nos funcionários. 

TABELINHA - Ambos os secretários persuadiram o prefeito assinar o afastamento deixando a Secretaria de Esportes ainda mais desfalcada de treinadores esportivos. A medida não é ilegal, mas na opinião dos funcionários da secretaria foi irracional e imoral, por deixar a secretaria completamente travada por descontrole do atual secretário, que passa mais tempo no celular bisbilhotando redes sociais do que gerindo projetos técnicos da secretaria. Tem mais funcionários na mesma situação em outras secretarias, incluindo uma vereadora. 

LOMBADÃO - Chama a atenção dos motoristas a enorme lombada que foi posicionada na frente da moradia de uma ilustre mãe de vereador, que tem feito pouco pelo povo, mas muito pelo apadrinhado em cargo em desvio de função. O Demutran terá que se explicar sobre a lombada que está incomodando os motoristas por ser um verdadeiro quebra-molas e para-choques. O Comutran sob nova direção deve se posicionar a respeito das reclamações dos motoristas.

SECRETÁRIO SEDUTOR - Por meio das redes sociais chegou ao conhecimento do grande público que um determinado secretário é um grande sedutor causador de paixão avassaladora em senhora que acreditou que teria cargo em sua secretaria. No passado, o secretário seduziu até donzelas, menores de idade, mesmo sendo casado e com o dobro da idade. Nos bastidores o secretário tem tido 916 mil motivos para sorrir e realizar o sonho da casa própria e casar-se novamente com alguma marmita consumidora de antidepressivos e metronizadol.

BRAÇOS CRUZADOS - Até o momento nenhum vereador se interessou em fiscalizar a legalidade da nomeação de assessor que tem condenação em processo de improbidade transitado em julgado em segunda instância. Para agravar a situação, o assessor está servindo como coordenador político de pré-campanha para pretendente ao cargo de deputado, sendo pago com dinheiro dos cofres do município para exercer essa função que nada tem a ver com o cargo que ocupa na estrutura da prefeitura. Será que o rival nas urnas vai deixar essa situação passar em branco ou nulo? 

INÉRCIA GENERALIZADA - Os vereadores também não estão fiscalizando os contratos sobre serviços de limpeza e manutenção urbana de praças, ruas e calçadas. Os serviços sempre são contratados por valores expressivos, mas nunca atendem à demanda dos bairros de Itapeva, onde as praças, ruas e calçadas estão sujas e esburacadas. A cidade também está repleta de mato alto e terrenos públicos sujos e sem calçamento. Mesmo assim os agentes de fiscalização da prefeitura seguem notificando e multando com todo rigor apenas proprietários de terrenos particulares sem capinagem e calçamento. 

FRITURA POLÍTICA - Depois de tentar integrar as comissões da Câmara Municipal, o vereador Silvio Resende recebeu uma lição para novatos de como a política funciona nos bastidores. Após articulação manobrada com participação especial do vereador Tarzan, o colega Laércio Lopes assumiu assento na comissão de legislação. 

RASTEIRADA - Os secretários do famoso núcleo duro do gabinete do prefeito apoiam incondicionalmente a candidatura de Vanessa Guari para se tornar a próxima presidente da Câmara Municipal. A preferência do prefeito também vem se tornando notória nas últimas semanas ao dar prioridade aos pedidos da vereadora no Guarizinho e Cercadinho. O apoio vem incomodando vereador fiel escudeiro do prefeito que possivelmente terá que se contentar apenas com um lugar na mesa diretora como prêmio de consolação. Na forma de fazer política praticada no gabinete do prefeito, fica cada vez mais auto evidente que ética e lealdade política não valem absolutamente nada para o prefeito.

Deixe um comentário