Editorial

RÁDIO PEÃO NEWS - A coluna que deixa o povo informado das trapalhadas da política de Itapeva!

JORNALECO CLANDESTINO: Os vereadores que odeiam a liberdade de imprensa e jornais credenciados continuam fazendo vista grossa para os contratos do jornal clandestino que tem como pistolão pastor metido em politicagem. Até agora os vereadores que criticam a imprensa não investigaram os contratos de R$ 8.400 pagos para jornal sem credenciamento e redigido por suposto jornalista sem segundo grau completo e gráficas que prestaram serviços para prefeitura em nome de laranjas. 

 

CEI das Gráficas - 2ª Edição: Está na hora dos vereadores que tem algum respeito pelo dinheiro público pedirem a abertura da CEI das Gráficas - 2ª Edição. Nas próximas semanas todos os empenhos e pagamentos suspeitos serão publicados pelo jornal NO ALVO com todas as conexões políticas dos envolvidos justamente para ver se os vereadores que criticaram o trabalho da imprensa independente de Itapeva aprendem a fiscalizar. Se os vereadores não tomarem providências é sinal não se trata apenas de vista grossa, mas sim de rabo preso com a imprensa de aluguel paga apenas para elogiar políticos de Itapeva!

 

GOVERNANDO PARA POUCOS: Por falar em vista grossa, o prefeito faz vista grossa para secretário que faz obras em localidade onde gerente de banco amigo dos pistolões do Paço Municipal possui propriedades que deverão ser valorizadas com as obras de melhoria em infraestrutura. Na mesma localidade outros amigos de secretários residem e são atendidos prontamente em seus pedidos por vários secretários. Depois o prefeito faz propaganda dizendo que o local foi "revitalizado" enquanto outros bairros onde existem situações mais graves são esquecidos pelos seus secretários.

 

DENÚNCIA ABAFADA: Denúncia que dois secretários integrantes do "núcleo duro" do gabinete do prefeito Mário Tassinari estão perseguindo funcionários da prefeitura chega ao conhecimento dos vereadores. Porém a denúncia foi abafada após os secretários atenderam pedidos dos vereadores que receberam a denúncia. O troca-troca de favores e rabo preso continua, só mudaram os personagens, a história continua a mesma!  

 

CEI DA JUNDIÁ TRAVADA: O relator da "CEI da Jundiá", vereador Marinho Nishiyama, reclamou que o departamento jurídico da prefeitura de Itapeva não está atendendo propositalmente pedidos de informações sobre os contratos de concessão celebrados com a Jundiá Transportes. A CEI presidida pelo vereador Tarzan investiga possíveis irregularidades na prorrogação do contrato 236/2012 sobre concessão de serviços de transportes urbanos. A empresa agora pratica a tarifa zero, depois de anos cobrando valores exorbitantes de passagens. Quando a esmola é demais o vereador que não é santo desconfia!

 

O PACOVA É NOSSO! Vereador Ronaldo Coquinho reproduziu em sessão fala do prefeito Rubens Souto que alega que o bairro do Pacova pertence ao município vizinho Taquarivaí, que foi emancipado de Itapeva. Segundo o prefeito de Taquarivaí o prefeito Mário Tassinari desconhece completamente a situação jurídica referente ao bairro do Pacova. O prefeito Mário Tassinari sobre alegações de funcionários afirmarem que o Pacova seria território de Taquarivaí teria dito que "quem são esses funcionários na ordem do dia?". 

 

PREFEITO SEM ASSESSORIA JURÍDICA: Os vereadores depois da saia justa sobre o bairro do Pacova constataram que o prefeito Mário Tassinari não tem possui assessoria jurídica competente sobre assuntos que causam polêmicas e divergências. Em outro assunto, envolvendo a Santa Casa, o prefeito perdeu mais uma batalha judicial contra a Santa Casa, após recorrer de decisão, sendo obrigado a fazer imediatamente os pagamentos para o atendimento de urgência e emergência para população de Itapeva nos valores pedidos pela Santa Casa.     

 

DESPEJO DOS CAMELÔS:  De acordo com os vereadores a próxima polêmica que prefeito insiste em fazer com base em decisões juridicamente controversas será retirada dos camelôs da praça Furquim Pedroso. Sob alegação que o local corre risco de desabamento e amparo do departamento jurídico que o termo de ajuste de conduta com o Ministério Público está com prazo vencendo, em breve os camelôs que trabalham no local deverão ser notificados pela prefeitura.

 

IPTU EM DOSE DUPLA: Outro assunto controverso conforme informações de vereadores é sobre o "carnê complementar de IPTU" que deverá ser emitido 90 dias após a medição de georreferenciamento dos imóveis cadastrados na prefeitura. Solicitamos informações sobre o assunto ao departamento jurídico e tributário da prefeitura, mas não houve resposta da assessoria do prefeito até o fechamento desta edição.

 

ATRASOS NAS CIRURGIAS ELETIVAS: Pedido de convocação da secretária de Saúde (Maria Christina) para apuração para falta de médicos e pagamentos para atender cirurgias eletivas deverá ser requerido pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Itapeva. Os vereadores alegam que o prefeito Mário Tassinari teria dito que foram pagos R$ 600.000,00 para as cirurgias, mas o vereador Marinho Nishiyama constatou que foram pagos R$ 390.000,00 contradizendo inclusive depoimento da vereadora Vanessa Guari sobre o assunto. O vereador apontou que custos de exames pré-operatórios não estão sendo pagos pela Secretaria Municipal de Saúde, o que motivou os atrasos nas cirurgias, incluindo a falta de médicos aptos para fazer as cirurgias eletivas.

 

GREVE DOS PROFESSORES: Após a vereadora Débora Marcondes apontar em sessão que o reajuste dos professores da rede municipal de ensino não deverá ser realizado, por falhas das secretarias responsáveis pelo processamento dos fundos destinados para educação municipal, os representantes dos professores estudam paralisação das aulas para forçar negociações diretas com o prefeito Mário Tassinari. O intuito é firmar compromisso com prazo para o reajuste ser efetivado ainda este ano.

Deixe um comentário