Editorial

CRÍTICAS E CONTROVÉRSIAS: Prefeito Mário Tassinari e seu gabinete no olho do furacão após série de escândalos em Itapeva

FAKE NEWS DO ASSESSOR

A grande repercussão de uma fake news criada por assessor do prefeito Mário Tassinari e publicada nas redes sociais em vídeo por ativista político após o assessor ter fotografado da varanda de uma choperia no Jardim Maringá o empresário Luiz Carlos Piloto ao lado de uma pessoa desacordada na Avenida Paulina de Morais causou uma avalanche de repúdio contra o prefeito e assessor. O vídeo que foi posteriormente retirado das redes sociais pelo ativista político do Alto da Brancal que confessou ter recebido as informações diretamente do assessor do prefeito. No vídeo o ativista alegava que o empresário havia atropelado uma pessoa por estar visivelmente embriagado. Uma fake news maldosa e desmentida pelos meios de comunicação local logo em seguida após outro assessor delatar o colega de gabinete diretamente ao empresário injustiçado.

GOVERNO SEM MORAL

A fake news e repúdio da população define o baixo nível moral do gabinete do prefeito Mário Tassinari. O empresário e radialista Luiz Carlos Piloto diante da grave injustiça contra sua reputação foi obrigado a abrir um boletim de ocorrência por dano moral tendo o assessor e ativista com autores do ocorrido. O empresário e sua esposa pararam o carro para ajudar a pessoa desmaiada em via pública, chamando viatura do SAMU para prestar socorro. Enquanto isso, os assessores do prefeito se omitiram de prestar socorro e seguiram tomando cerveja na choperia segundo os relatos. 

REPERCUSSÃO NEGATIVA

Em entrevista para Rádio Pop FM, o empresário Luiz Carlos Piloto afirmou categoricamente que o prefeito Mário Tassinari mais uma vez acobertou uma ação desonesta do assessor demonstrando não ter condições morais de ser representante do município e população de Itapeva como prefeito. O assessor segue no cargo pago com dinheiro dos impostos dos cidadãos de Itapeva por insistência exclusiva do prefeito que faz vista grossa para as condutas desonestas do assessor, conforme os comentários que foram ao ar nesta semana na emissora.

CASO DE POLÍCIA

Durante a semana outro inquérito policial também tratou de assuntos e fatos relativos à investigação envolvendo a assessoria do prefeito. Depoimentos foram prestados na delegacia, inclusive por um vereador. Incontestavelmente o Poder Executivo e Poder Legislativo de Itapeva vem se tornando cada vez mais tema central do noticiário policial devido a conivência do prefeito e vereadores com atos suspeitos de integrantes do governo que estão envolvidos em diversos inquéritos e ocorrências policiais. A péssima linha de conduta dos ocupantes dos cargos públicos do município desmoraliza a cidade e reflete notoriamente a desonestidade instalada na política de Itapeva.

RINGUE DE BRIGAS

A exemplo das reuniões do prefeito e secretários realizados na Santa Casa, quando os insultos e teimosia do prefeito prevaleciam nas reuniões com a diretoria da entidade, o gabinete do prefeito se tornou palco de discussões desrespeitosas entre secretários e brigas que segundo relatos chegaram às vias de fato. Comentários que diariamente o gabinete do prefeito e dependências da prefeitura se tornaram ringue de brigas e troca de acusações entre membros do governo, funcionários da prefeitura e até cidadãos contra secretários se tornaram rotina nos últimos meses. O comportamento arrogante e prepotente do prefeito nas reuniões notoriamente fez discípulos e transformou as dependências do Paço Municipal em um verdadeiro campo de batalha entre desafetos e intrigas entre grupinhos que disputam o poder internamente na prefeitura.

CORTESIA COM CHAPÉU ALHEIO

Vereadora reclama que emenda parlamentar destinada para execução de obra de ponto de ônibus em comunidade rural foi deliberadamente usada para outra destinação por secretário da pasta em suposto conluio com empreiteiro. O dinheiro da emenda teria sido usado para pagar empreiteiro que prestou serviços no bairro em desacordo com o pedido formal da emenda destinada pela vereadora. A situação foi denunciada e deve ser analisada por órgão de controle externo.

REVOLTA

A exoneração de cargo de comando da Guarda Municipal por determinação judicial que extinguiu o cargo e posterior recriação do cargo, por meio de decreto e portaria emitida pelo prefeito e secretário da pasta, reconduzindo o antigo ocupante ao cargo extinto, causou revolta nos pelotões da GCM. A corporação que convive em uma crise interna que dura meses, com os guardas reclamando de escalas de trabalho excessivas e cartão de prioridade de patrulhamento que não correspondem com as necessidades de patrulhamento e segurança de prédios púbicos e bairros do perímetro urbano se tornou ponto de partida da insatisfação geral dos guardas. Alheios aos assuntos e sob reclamações de vista grossa, o prefeito e procuradoria apostam em gambiarras jurídicas para manter os cargos indicados tutelando a tropa desmotivada. Improbidade à vista ou a prazo?

ZONA RURAL PASSA SEDE

A promessa descumprida de instalação de poços artesianos na zona rural recai mais uma vez sobre os ombros do prefeito Mário Tassinari que é incapaz de cumprir suas propostas para atender demandas de agricultores de Itapeva. O agravamento da escassez de água potável para consumo doméstico na zona rural vem causando problemas graves para os moradores de inúmeras comunidades rurais de Itapeva. Insensível aos apelos prefeito e secretários não demonstram nenhum interesse em tomar providências para sequer amenizar a situação de falta de água para as famílias que passam dificuldades na zona rural. Quem tem sede clama por socorro na zona rural de Itapeva!

OPERAÇÃO ABAFA

Secretário que declarou ser pré-candidato a prefeito foi mais uma vez notificado esta semana para prestar depoimentos em sindicância que apura desvios de conduta de funcionários na secretaria sob seu comando. Determinado funcionário apontado como bode expiatório das denúncias, para safar as responsabilidades dos demais, se tornou tema central dos comentários nos corredores da prefeitura. Em breve saberemos se esse bode expiatório estranhamente poderá emitir miados ou rugidos. A fera pode estar solta, mas com o rabo preso ao mesmo tempo?

PILÃO DE SANGUE

Mais uma vez as obras do Pilão D’Água e gestão incompetente da prefeitura sobre o local se tornam motivo de preocupação. A segurança precária do local e acidentes recentes que vitimou pessoa em afogamento se torna pauta de reuniões de conselhos. Até o momento nenhuma secretaria assume as responsabilidades pela gestão e direcionamento de ações e obras que geram gastos incondizentes com os serviços e eventos executados nas imediações do parque. O mesmo destino segue o Mirante do Debret, que se tornou residencial de usuários de drogas e local com risco de acidentes semelhantes ao ocorrido no interior da represa do Pilão D’Água. Tragédia anunciada?

DUPLICAÇÃO PELA METADE

Prefeito e aspones que nunca colocaram a mão na massa posam para fotos paramentados de operários nas obras da duplicação do trecho urbano da SP-258 que segue sendo rodovia da morte. Semanalmente seguem ocorrendo acidentes graves que ceifam a vida de motoristas, passageiros e pedestres em diversos pontos da SP-258. A insegurança aumenta cada vez mais na rodovia e nenhuma atitude do prefeito em pleitear adequações e ações preventivas ocorre perante o governo estadual. Como é bom ficar com a bunda no sofá e só sair da prefeitura para posar para fotos!

Deixe um comentário