Agronegócio

Safra de citros da Tunísia tem queda de 21%

A safra de citros na Tunísia caiu 21% nesta temporada, para 8,5 milhões de caixas de 40,8 kg contra 10,8 milhões de caixas na temporada passada. Entre as principais razões para essa queda estão a seca, além da falta de água para irrigação nas áreas de produção, principalmente na governadoria de Nabeul, que responde por 75% da safra do setor em todo o país.


O declínio na colheita de citros afeta principalmente as variedades Maltaise (-30%), Umbigo (-25%) e Clementine (-23%). Nesta temporada, os volumes produzidos dessas variedades alcançaram 2,27 milhões de caixas de maltês, 2,40 milhões de caixas de umbigo, 1,38 milhão de caixas de Clementine e 1,29 milhão de caixas de limões.

A safra de laranja doce está em 419 mil caixas, a de tangerina se manteve estável em 137 mil caixas enquanto as demais variedades de frutas cítricas registraram queda de 13,5%, para 330 mil caixas.

Deixe um comentário